Templates by BIGtheme NET
i

Postado em 20 de julho de 2018, por Alexandre Melo.

75 ALAGOANOS SÃO ACUSADOS COMO LÍDERES DO PCC EM ALAGOAS

Uma denúncia do Ministério Público de São Paulo (MPSP), que fez um raio-x da atuação do Primeiro Comando da Capital (PCC), cita o estado de Alagoas mais de 30 vezes.

O documento que foi encaminhado à Justiça paulista no dia 5 de julho.

A investigação, encabeçada pelo promotor do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Lincoln Gakiya, aponta 75 nomes que atuariam na facção.

Dentre eles estão dois alagoanos: Ewerton Barbosa Canuto, vulgo Mente Criminosa, natural de Palmeira dos Índios; e Ednaldo dos Santos, vulgo Igualdade, de Cajueiro.

Ewerton participaria do “batismo” de novos integrantes da organização criminosa e Ednaldo, como consta nos autos, exerceria a função de “geral de rua”.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*