Templates by BIGtheme NET
Soldado Julio Cabo Luciano e soldados Esdras mortos em acidente em Alagoas - Divulgacao

Postado em 2 de março de 2018, por Alexandre Melo.

PROCURADOR ALFREDO GASPAR EXALTA MISSÃO CUMPRIDA ATÉ A MORTE

O procurador-geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, disse que os três policiais militares que morreram nessa quinta-feira (1º) em grave colisão com uma carreta na BR-101 devem ser tratados como heróis, por protegerem a sociedade até o fim da vida. A declaração foi feita em nota de pesar publicada em nome do Ministério Público Estadual de Alagoas (MP/AL).

Alfredo Gaspar, que avalia ser candidato a senador, prestou solidariedade à família miliciana e disse que os policiais do Pelotão de Operações Especiais da Polícia Militar de Alagoas (Pelopes) engrandeceram a corporação.

POLICIAIS MORRERAM ONTEM NA BR-101(FOTO: WHATSAPP)

O chefe do MP de Alagoas lembrou da convivência com os policiais quando dirigiu a pasta da Segurança Pública de Alagoas, no início do governo de Renan Filho (MDB), ao desejar força para que os perseverantes guerreiros da corporação sigam cumprindo a missão de promover a paz.

“Sejam eles lembrados como heróis que, orgulhosamente, engrandeceram a instituição e protegeram a sociedade alagoana até o fim de suas vidas”, diz um trecho da nota do MP.

O governador Renan Filho decretou luto oficial de três dias, no Estado, pela mortes do cabo José Luciano da Silva, de 35 anos; e dos soldados Júlio César Pereira da Silva, 33, e Esdras Santos da Silva, 25. Todos eram naturais de Pernambuco, de Palmares, Água Preta e Catende, respectivamente, onde serão sepultados.

Veja a nota do MP:

O procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonca Neto, em nome do Ministério Publico de Alagoas (MPE/AL) com sentimento de respeito aos amigos da Polícia Militar, se solidariza com toda a família miliciana mediante a perda dos seus três integrantes, vítimas fatais de trágico acidente , na BR-101, proximidades da cidade de Flexeiras, na tarde desta quinta-feira (1).

Sejam eles lembrados como heróis que, orgulhosamente, engrandeceram a instituição e protegeram a sociedade alagoana até o fim de suas vidas.

A todos os familiares, que Deus conforte os corações, amenize a dor; aos amigos militares, o procurador-geral de Justiça, em nome da instituição, deseja força para continuarem os perseverantes guerreiros que de perto conheceu, cumprindo diariamente a árdua missão de promover a paz dos alagoanos.

 

 

com diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*