Templates by BIGtheme NET
noticia_48695

Postado em 15 de dezembro de 2017, por Alexandre Melo.

PC PRENDE O ÚLTIMO SUSPEITO NA MORTE DO SARGENTO CÉLIO

Durante uma operação realizada na manhã desta quinta-feira (14), policiais civis da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e da Asfixia prenderam quarto e último envolvido na morte do policial militar Célio Cícero Valdemar, de 50 anos, cujo corpo foi encontrado no último dia 24 de outubro. Moacir dos Santos Alves, o “Moita”, de 25 anos, estava em uma residência na Vila Emater, no bairro de Jacarecica.

De acordo com o delegado da DHC, Bruno Melro, com o suspeito a polícia apreendeu duas espingardas de calibres 28 e 32, esta última de fabricação caseira, que estavam enterradas em outro local. Segundo o delegado, há a suspeita de que uma das armas tenha sido usada por Moacir no dia do crime.

“Testemunhas relataram que viram o Moacir rendendo o policial militar na borracharia com uma arma longa. Apesar dele negar, acreditamos que esta espingarda caseira tenha sido utilizada pela semelhança com a descrição dada pelas testemunhas”, explicou.

Ainda de acordo com o delegado, Moita confessou a participação no crime e teria presenciado as facadas e os disparos de arma de fogo efetuados contra o militar. Com a prisão do último suspeito, a polícia considera que o caso está elucidado.

“Com a prisão do quarto e último envolvido neste crime, podemos afirmar que o caso está elucidado. A versão que apresentamos em coletiva recente permanece a mesma. Só faltava a prisão do Moita para encerrarmos”, concluiu o delegado.

Moita será encaminhado para o Sistema Prisional de Maceió.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*