Templates by BIGtheme NET
1-195

Postado em 29 de setembro de 2017, por Alexandre Melo.

EXPECTATIVA PARA A SOLTURA DO PREFEITO DE MARIBONDO NO PRÓXIMO DIA 03/10

Segundo o colunista Wadson Regis do site AL1, o mesmo afirma que uma de sua fonte o disse que na terça-feira haverá uma virada no placar no Tribunal de Justiça e Leopoldo deixará o sistema prisional.

Veja a coluna do respeitável colunista na integra:

Wadson RegisWadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) é editor-geral do AL1.

29/09/2017 às 09:08

Preso há três meses, prefeito de Maribondo deve ser solto na terça-feira

O Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas vota na próxima terça-feira o recurso impetrado pela defesa do prefeito de Maribondo, Leopoldo Pedrosa, preso desde 28 de junho, acusado pela ex-esposa e a ex-sogra de tentativa de agressão. Será a quarta tentativa, só no TJ/AL.

O caso é emblemático e chama a atenção para uma queda-de-braço oculta, onde a força do lado contrário ao retorno do prefeito está, pelo menos por enquanto, levando a melhor.

Mas, me disse uma fonte, que na terça-feira haverá uma virada no placar e Leopoldodeixará o sistema prisional.

Se prevalecer a informação será mais um caso onde a Justiça tardou, mas não falhou. Tenho este posicionamento porque tive – assim como outros colegas jornalistas – acesso ao exame de corpo de delito feito pelo prefeito após o incidente. Pelo documento não há como provar que Leopoldo Pedrosa agrediu as duas mulheres. Assim como não há nenhuma testemunha do fato.

Assim sendo, o mais prudente, segundo dois advogados criminalistas que ouvi, não há motivo para a manutenção da prisão de Leopoldo.

Com a prisão do titular, o município está sendo administrado pelo vice-prefeito Serginho Marques.

PLACAR PARCIAL
Pela manutenção da prisão:
João Luiz; Paulo Lima; Elisabeth; Fabio Bittencourt; Pedro Mendonça.

Pela libertação do prefeito:
Tutmés Airan (que abriu a divergência); Fernando Tourinho; José Carlos Malta; e o juiz convocado Maurílio Ferraz.

Faltam votar: Sebastião Costa, Alcides Gusmão e Domingos Neto.

fonte: Al1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*