Templates by BIGtheme NET
269c2e77-1c0a-4c67-86f5-c6a442199bd8

Postado em 12 de julho de 2017, por Alexandre Melo.

POPULAÇÃO DE QUEBRANGULO PROTESTA EXIGINDO A SOLTURA DO PREFEITO LEOPOLDO PEDROSA

Centenas de moradores de Maribondo interditaram um trecho da BR 316, no km 205, na tarde desta quarta-feira, 12, para protestar contra a prisão do prefeito do município, Leopoldo Pedrosa, acusado de agredir a ex-esposa e a sogra em junho passado.  O Desembargador João Luiz Azevedo manteve ontem a prisão preventiva contra o gesto

De acordo com informações da assessoria de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal em Alagosa (PRF/AL), o congestionamento já chega a um quilômetro de extensão e não há opção de desvios na região.

Ainda segundo a PRF, não há previsão de liberação da via e os populares solicitam a presença da imprensa. No local, alguns manifestantes atearam fogo a pneus enquanto outros seguravam cartazes com palavras de apoio ao gestor.

Além das equipes da Polícia Rodoviária, o Gerenciamento de Crises da  Polícia Militar também foi acionado.

 

Este é o segundo protesto popular exigindo a liberação do Prefeito Leopoldo Pedrosa.

Na ocasião, o Movimento de Mulheres Olga Benário repudiou publicamente o ato. Nas redes sociais, o Movimento alertou e apelou: “A Lei é para todos, pode ser prefeito, deputado, presidente! Agressor de mulher tem que responder à Lei Maria da Penha!!! Não participe de ato para defender agressor!”.

O prefeito foi preso no dia 28 de junho acusado de agredir a ex-mulher e a sogra.

O Procurador-Geral Alfredo Gaspar, ajuizou nesta segunda, uma ação penal, pedindo a manutenção da prisão preventiva e a perda do mandato

O chefe do Ministério Público também pediu a manutenção das medidas protetivas concedidas em favor das vítim

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*