Templates by BIGtheme NET

Postado em 22 de dezembro de 2016, por Eduardo Nunes.

OS ESTADOS UNIDOS POSSUEM SOMENTE 2 PARTIDOS?

Os Estados Unidos possuem mais de 30 partidos organizados em seu território. Muitos deles são irrelevantes, outros focam em temas específicos, como partidos de liberalização da maconha, outros mais relevantes como o Partido Libertário e o Partido Verde e, apesar do macarthismo, o país possui um partido comunistaorganizado em seu interior.

Contudo, o sistema partidário do país sempre girou em torno de duas legendas, as quais estruturam o sistema. Entretanto, a competição nem sempre aconteceu entre os Democratas e os Republicanos, como atualmente, com a primeira oposição residindo entre Federalistas e Anti-federalistas ainda no século XVIII. Do início do século XIX até a metade do mesmo século, a concorrência se deu entre os Democratas e os Whigs e após a guerra civil, a competição passou a ser como conhecemos atualmente.

Funcionamento do sistema: primárias

As eleições estadunidenses possuem algumas peculiaridades. A primeira é a grande ênfase na seleção dos candidatos dos maiores partidos. Estas ocorrem por meio de primárias – que acontecem entre janeiro e junho do ano eleitoral, sendo que a maioria é realizada entre 5 de Fevereiro e o começo de Março, na chamada Super Terça – e, assim como na eleição presidencial, sua realização é por meio de eleições indiretas, isto é, a votação de delegados com cada localidade tendo um número diferente de delegados conforme o tamanho populacional.

Uma segunda peculiaridade é ausência de regulamentação das primárias na constituição do país e a autonomia de cada estado para determinação do modelo de seleção de candidatos, o qual ocorre basicamente em dois tipos:

1 – Caucus: consistem em reuniões dos membros do partido ou da localidade, na qual, ocorrem discussões livres sobre a decisão do comitê/sessão local;

2 – Primárias: consistem em eleições diretas nos comitês estaduais. Estas podem ser de dois tipos: a) fechadas: somente filiados dos partidos participam e; b) abertas: cidadãos inscritos, sem necessariamente serem filiados, podem votar. No segundo caso, a população somente pode se inscrever nas primárias de um único partido.

A terceira peculiaridade consiste em que Iowa e New Hampshire definem em suas constituições estaduais que o processo de seleção das candidaturas dos partidos devem ocorrer primeiramente em seus territórios.

Por fim, o Partido Democrata e Partido Republicano possuem formas diferentes de distribuição dos votos dos delegados (os quais consistem de membros do partido e de deputados, senadores e dirigentes quando se trata de superdelegados). O primeiro partido distribui os votos de modo proporcional a votação e o segundo adota a formula do “vencedor leva tudo”, isto é, o ganhador da primária leva os votos de todos os delegados. Nos dois partidos, o candidato que obtiver a maioria dos delegados é indicado pela legenda

Funcionamento do sistema: eleições presidenciais

A eleição presidencial dos Estados Unidos ocorre de modo indireto, isto é, o presidente é eleito de acordo com o número de delegados obtidos nos estados, fato que gera uma situação em que os candidatos direcionam a prioridade da campanha para alguns estados chaves, que possuem um maior número de delegados em relação a maioria. Outra característica das candidaturas é que apesar do alto número de candidatos presidenciais, a maioria deles não consta nas cédulas eleitorais da maioria dos estados, com apenas os candidatos republicanos e democratas constando em todas as localidades.

Ao todo são 538 delegados com poder de voto, os quais não necessariamente precisam votar no candidato selecionado/escolhido pelo estado, fato que já ocorreu mais de 150 vezes na história estadunidense. Para ser eleito o presidente e o vice-presidente – que é eleito separadamente – necessita de maioria absoluta do número de delegados – o que equivale a 270 –, porém, caso nenhum candidato atinja este número a eleição é realizada pela Câmara dos Deputados e escolherá entre os 3 mais votados, com cada estado possuindo um voto.

Devido à natureza indireta da eleição, nem sempre o candidato mais votado pela população é eleito, ou seja, não há necessariamente uma correspondência direta entre a votação popular e a indireta, com o candidato menos votado podendo ser eleito presidente, fato que já ocorreu quatro vezes na história, sendo a última, na primeira eleição de George W. Bush.

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*